Visualizar:

▼ Postagens (164)
  • EXTREME FIGHT AGORA É TATAME CLUBE

    20

    Jan
    20/01/2012 às 15h56

     

    É COM MUITO PRAZER QUE ANUNCIAMOS QUE NOSSO SITE AGORA MUDOU, A PARTIR DE AGORA PARA CONTINUAR ACOMPANHANDO NOSSAS NOTICIAS ACESSE NOSSO NOVO ENDEREÇO WWW.TATAMECLUBE.COM.BR

     

    O CONTEÚDO CONTINUA O MESMO SÓ QUE AGORA COM NOVA CARA E CHEIO DE NOVIDADES PARA VOCÊ!

     

    NÃO PERCA ACESSE JÁ:

     

    WWW.TATAMECLUBE.COM.BR

  • Jon Jones convida Erick Silva para treinar nos EUA

    17

    Jan
    17/01/2012 às 10h25

     

    A segunda luta de Erick Silva no UFC não rendeu a vitória ao pupilo de Anderson Silva, que foi desclassificado pela arbitragem após ter aplicado golpes na nuca do adversário, mas encheu os olhos de outro campeão de MMA. O norte-americano Jon Jones, que esteve presente no evento do Rio no último sábado, ficou encantado com o capixaba e o convidou para ir embora treinar com o melhor lutador do mundo em 2011. 
    “Fiz o convite para o Erick. Quero vê-lo treinando comigo nos Estados Unidos quando quiser. Erick é um grande talento do UFC. É o futuro da modalidade. Ele precisa saber que essa noite (o UFC 142) vai ficar marcado na vida dele. Foi um divisor de águas para Erick e ele tem um futuro muito grande pela frente na franquia”, afirmou o campeão americano, que também tem uma polêmica luta em sua carreira.

     

     

     

  • UFC prepara anúncio do Pacaembu em até dez dias com público recorde

    17

    Jan
    17/01/2012 às 10h23

    O UFC está próximo de revelar sua casa em São Paulo. O maior torneio de MMA do mundo prepara um megaevento no estádio do Pacaembu no dia 16 de junho e se programa para fazer o anúncio oficial em até dez dias. Mesmo não utilizando o Morumbi, a diretoria do UFC acha que pode promover seu maior evento da história no estádio municipal, com público acima de 55 mil pessoas.

    A negociação foi inicialmente divulgada pelo jornal Folha de S. Paulo. Segundo apurou a reportagem, as últimas conversas para oficializar o Pacaembu acontecem nesta semana, e a própria diretoria do UFC estabeleceu um prazo máximo de dez dias para escolher o palco do evento.

     

    O secretário municipal de Esportes, Bebeto Haddad, passará por uma importante reunião nesta terça-feira para tentar oficializar o UFC no Pacaembu. O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, também já ofereceu incentivos logísticos para a franquia escolher o estádio.

    Um dos fatores que ajudariam o Morumbi a receber o evento é a maior capacidade do local – 72 mil pessoas contra pouco mais de 40 mil do Pacaembu. Mesmo assim, o executivo do UFC acredita que o estádio municipal poderia perfeitamente bater o recorde de público de 55 mil pessoas do UFC 129, em Toronto.

    “Fizemos um estudo e também achamos que dá para ultrapassar o público de Toronto com as cadeiras no gramado e seria um recorde do UFC. Nós apenas não conseguiríamos realizar o maior evento da história do MMA em geral, que ainda é do Pride”, completou Marshall lembrando que o torneio japonês já promoveu eventos com até 91 mil pessoas.

    O UFC em São Paulo será protagonizado por Anderson Silva contra o vencedor do combate entre Chael Sonnen e Mark Muñoz no fim deste mês. O card ainda contará com a revanche entre Vitor Belfort e Wanderlei Silva, protagonistas do reality show “The Ultimate Fighter” no Brasil.

    Também chegou a ser especulado que Junior Cigano faria sua primeira defesa do cinturão dos pesados contra Aliastair Overeem nesta data, o que foi negado pelo dirigente. “Dificilmente o Cigano fará parte deste card. Até pode ser possível, mas não é o que temos em mente”, concluiu.

     

     

  • Nova revelação do MMA brasileiro, Diego Brandão avisa: 'vim para ser campeão'

    12

    Jan
    12/01/2012 às 14h31

    Diego Brandão (à direita) realiza o sonho de se incluir no mesmo

     

    Durante décadas, o Brasil construiu a imagem de ser um inesgotável celeiro de craques no futebol. Com a recente explosão do MMA no país, o mesmo tem ocorrido no cenário das lutas. Se José Aldo, de 25 anos, e Júnior "Cigano" dos Santos, de 27, alcançaram o topo de suas categorias e já colocaram seus nomes ao lado de lendas do esporte como Anderson Silva, Vitor Belfort, Wanderley Silva, Maurício "Shogun" Rua, Lyoto Machida e os irmãos Rodrigo e Rogério Nogueira, um novo candidato a estrela mundial acaba de surgir: trata-se de Diego Brandão, campeão da última edição do reality show "The Ultimate Fighter" (TUF), responsável por revelar novos astros para a entidade mais famosa do mundo das lutas.

    O cearense de 24 anos conseguiu um triunfo épico na grande final do programa, de grandeaudiência na televisão norte-americana. Depois de quase ser nocauteado por Dennis Bermudez no primeiro round, ele conseguiu se recuperar e finalizar o rival. De quebra, embolsou os prêmios de melhor luta e melhor finalização da noite.

    Lutador da divisão dos pesos pena, Brandão ainda não tem data ou adversário definidos para a estreia, mas já tem um objetivo bem definido: o cinturão, que hoje pertence a José Aldo:

    "O Dana White [presidente do UFC] ainda não me falou nada sobre a minha estreia, mas acho que provei que sou casca-grossa e guerreiro. Eu quero ser que nem o Mike Tyson e nocautear todo mundo. Vou ser o cara", afirma, cheio de confiança.

    O jovem lutador afirma que costuma  torcer por todos os brasileiros, mas não recusará lutas com compatriotas. E não pretende poupar nem mesmo José Aldo, estrela deste UFC Rio e atual campeão dos pesos pena:

    "Eu torço para todos os brasileiros. Vou torcer para o Aldo e o Vitor destruírem os gringos. Por mim, não lutaria com nenhum brasileiro, mas se as lutas tiverem que acontecer, eu não vou recusar a lutar.  E não vou hesitar se o Aldo for o campeão", promete.

    Brandão acredita ainda que o título do TUF, especialmente pela maneira que foi conquistado, já o credencia para ficar entre os possíveis desafiantes na luta pelo cinturão.

    "Agora é questão de cabeça, manter o foco nas lutas. Confio no meu potencial e acredito que com mais uma ou duas boas vitórias vou conquistar minha chance".

    Sonho realizado

    Quando perguntado sobre quem é seu grande ídolo no esporte, Brandão tem a resposta na ponta da língua.

    "É o Wanderley Silva", explica, sem conter a empolgação, "já sonhei em ser lutador profissional, em ser campeão, mas estar dando autógrafos ao lado dele em um evento como esse nunca passou pela minha cabeça. Nem em sonho".

    O lutador chegou a se emocionar quando relatou o encontro com o ídolo na última terça-feira, durante a programação oficial do UFC Rio:

    "Ele levantou a minha mão assim", lembra, imitando o gestos dos árbitros ao declarar o vencedor de um combate, "você precisava ver a minha cara, velho. É uma grande honra".

    "TUF Brasil será o melhor"

    Atual campeão do "The Ultimate Fighter" original, Diego espera que a versão brasileira, que deve ser exibida no primeior semestre e terá como treinadores Wanderley Silva e Vitor Belfort, tenha um nível técnico ainda melhor que a original:

    "O nível vai ser mais duro, no Brasil tem muito lutador bom. E os caras são casca-grossas, todos estão ali para vencer. Tem uma raça que a gente não vê em outros lugares. O TUF Brasil será o melhor já feito", garante.

    Diego Brandão ainda deu o caminho para os lutadores que vão participar do programa:

    "O segredo é ser você mesmo. Essa é a hora de mostrar quem você é e não tentar aparentar o que as pessoas querem ver. Desde o início eu deixei claro meu jeito, minha personalidade. Deu certo", comemora.

     

     

  • Wanderlei apoia futebol no MMA e manda recado a time do coração

    12

    Jan
    12/01/2012 às 14h28

    Wanderlei Silva não teme que o MMA possa ser prejudicado pelas parcerias com times de futebol. Foto: Reinaldo Marques/Terra

     

    Dono de uma carreira estável e gloriosa dentro do mundo das artes marciais, Wanderlei Silva mostrou-se adepto de uma das principais novidades do MMA atual: a presença de clubes de futebol apoiando lutadores. Coxa-branca de coração, o peso médio brasileiro admitiu já ter recebido propostas de equipes para um eventual patrocínio, e mandou um recado especial ao time paranaense.

    "O Coritiba não me procurou, daqui a pouco fecho com outro, aí o Coritiba fica para trás. Pode ser um convite, por quê não?", afirmou o lutador, na noite da última quarta-feira, em uma sessão de autógrafos promovida no shopping Leblon, no Rio de Janeiro.

    O apreço das equipes de futebol pelas artes marciais mistas teve início com Anderson Silva. Em 2011, o campeão dos pesos médios assinou uma parceria com o Corinthians, muito por conta do vínculo criado com Ronaldo, jogador do clube na época. Somado ao acordo com o clube do Parque São Jorge, o "Aranha" também aderiu um contrato com a agência de marketing esportivo 9ine, empresa do maior artilheiro da história das Copas do Mundo.

    Depois da ação envolvendo Anderson Silva, Internacional e Cruzeiro também procuraram entrar no meio do MMA. Para o UFC 134, realizado em agosto do ano passado no Rio de Janeiro, o clube colorado acertou com Rodrigo Minotauro. Já os mineiros foram representados no primeiro evento sediado no Rio de Janeiro pelo meio-médio Paulo Thiago.

    Motivados pelos três clubes, Flamengo e Avaí também aproveitaram a segunda edição do UFC no Rio de Janeiro para se promoverem dentro do MMA. O time rubro-negro apoiará o campeão José Aldo, que defenderá o título dos pesos penas contra Chad Mendes - que chegou a vestir uma camisa do Vasco para provocar o adversário. Por outro lado, os catarinenses se associaram a Thiago Tavares, torcedor da equipe.

    A ação dos clubes, entretanto, não se restringe aos lutadores brasileiros. Recentemente, o Palmeiras enviou um kit contendo a camisa do time para o polêmico Chael Sonnen. A equipe alviverde aproveitou a rivalidade do americano com Anderson Silva para transportar o histórico clássico com o Corinthians para dentro do octógono. O falastrão ex-desafiante ao cinturão do "Aranha" adorou a ideia e se declarou "palmeirense".

    A medida da equipe de Palestra Itália agradou a Wanderlei Silva. "O Palmeiras foi muito esperto, conseguiu uma mídia muito boa só com uma camisa. Toda rivalidade sadia é bem quista, agora tem até gente torcendo para o Sonnen. Isso vai apimentar ainda mais o duelo, isso se o Sonnen novamente enfrentar o Anderson", declarou o "Cachorro Louco", que não vê chances de a associação entre clubes e MMA descambar no Brasil.

    "O futebol e o MMA são diferentes. Não é porque o Flamengo patrocina o Aldo, que o vascaíno torcerá contra. Não podemos ter as mesmas badernas que vemos em campos de futebol, com caras brigando. Mas os nossos fãs são mais disciplinados, nunca tivemos problemas com isso. É uma promoção do atleta, na qual ele ganha dinheiro. Isso é muito bem válido", encerrou.

     

  • Anderson Silva comentará o UFC Rio ao lado de Galvão Bueno na TV Globo

    09

    Jan
    09/01/2012 às 10h20

    Anderson Silva (Foto: Wagner Bordin/SporTV.com)

     

    Para comentar o maior evento de MMA do planeta, ninguém melhor que o maior lutador de MMA de todos os tempos. Anderson Silva, campeão dos pesos médios do UFC e melhor lutador peso por peso do mundo será o comentarista do UFC Rio para a TV Globo, que transmitirá o evento ao vivo, dentro do UFC Combate. O lutador fará sua estreia na nova função ao lado de Galvão Bueno no dia 14 de janeiro, direto da Arena da Barra, no Rio de Janeiro.

    Segundo o ''Spider'', comentar um evento para milhões de pessoas consegue ser mais complicado do que encarar grandes adversários dentro do octógono do Ultimate.

    - Prefiro lutar do que comentar. Afinal, só quem está lá dentro sabe na real o que está acontecendo. Será um desafio para mim e estou feliz e honrado pelo convite - disse Anderson, ao GLOBOESPORTE.COM.

    Sobre a oportunidade de trabalhar ao lado de Galvão Bueno, Anderson acredita que seja uma resposta para o crescimento  do esporte no país.

    - Comentar ao lado do Galvão Bueno me deixa com o sentimento de que nós lutadores estamos fazendo um trabalho bacana pelo esporte - completou.

    Com 14 vitórias em igual número de lutas no UFC, sendo dez delas em defesas do cinturão de campeão do UFC - ambos recordes absoluto da entidade - Anderson é respeitado por todos os demais lutadores da organização. Ou quase. Apenas o americano Chael Sonnen, que foi derrotado pelo brasileiro no UFC 117 em uma luta épica, insiste em não reconhecer a superioridade do "Spider" - apelido do campeão tanto pelo tamanho de seus braços e pernas, quanto por sua idolatria pelo personagem "Homem-Aranha", das histórias em quadrinhos.

     

  • UFC Rio abre temporada internacional com recorde de países em 2012

    04

    Jan
    04/01/2012 às 10h30

     

    Nunca o UFC esteve tão difundido pelo mundo como atualmente. Primeiro evento da temporada, o UFC Rio no dia 14 de janeiro dá início a uma marca que será atingida pelo torneio de maneira inédita. Ao todo, ele chegará a seis países diferentes em exatos quatro meses, um recorde da franquia. 


    Após a noite de lutas na Arena HSBC, o UFC irá para os Estados Unidos em quatro eventos consecutivos até regressar para o Japão após mais de 11 anos de afastamento. Não só isso, como o maior torneio de MMA também agendou cards em países como Austrália, Canadá e Suécia, que receberá Ultimate no dia 14 de abril. 


    “Nós vamos a todos esses países. Além disso, alguns acordos com televisões como o da FOX, nos Estados Unidos, e o da Globo, no Brasil, vão transformar os próximos dois anos em anos mais importantes do que os últimos dez juntos”, afirmou o presidente do UFC, Dana White, em entrevista.


    Além de visitar novamente países como Brasil e Canadá, a diretoria do UFC trabalha para conquistar novos mercados, como o da China. Dana White já revelou sério interesse em levar o torneio até mesmo para Índia e Afeganistão, lembrando que ele promoveu um evento em Abu Dhabi no meio de 2010.

     

  • Coletiva do UFC 141 esquenta, e Nate Diaz derruba chapéu de "cowboy" após encarada

    29

    Dez
    29/12/2011 às 11h19

    Na principal preliminar do UFC 141, nesta sexta-feira, em Las Vegas, Nate Diaz e Donald Cerrone farão um combate marcado pela polêmica e as provocações. Um novo capítulo esquentou o fim da coletiva de imprensa oficial do evento, nesta quarta, com Nate aprontando e quase causando uma briga.

    Cerrone compareceu à coletiva com seu estilo habitual de cowboy, com roupas e chapéu. Na hora da encarada, os pesos leves quase tocaram suas cabeças e Nate deu um tapa no chapéu do rival, fazendo o objeto voar pelos ares. Dana White separou os lutadores e amenizou o clima.

    Cerrone e Diaz iniciaram a polêmica quando o primeiro foi cumprimentar o adversário em uma coletiva de imprensa e não foi correspondido. Desde então eles trocam provocações e Cerrone inclusive confirmou: “depois da luta não planejo tentar cumprimentá-lo novamente.”

    Apesar da atitude, Nate tentou diminuir a importância da polêmica. “Foi feito mais barulho do que realmente aconteceu. Eu só andei para o lado e não quis cumprimentar. Hoje estou aqui apenas para lutar, é o que eu faço”, afirmou o norte-americano.
  • Flamengo anuncia acordo com José Aldo por uma temporada

    28

    Dez
    28/12/2011 às 13h47

    orcedor rubro-negro, Aldo recebeu título de sócio e camisa do clube após acordo. Foto: Fernando Azevedo/Divulgação

     

    O Flamengo anunciou nesta quarta-feira um acordo de parceria com José Aldo, lutador de artes marciais mistas (MMA). Segundo o clube, o atual campeão dos pesos pena do Ultimate Fighting Championship (UFC) foi contratado por uma temporada. A estreia de Aldo como lutador do Flamengo acontecerá no dia 14 de janeiro, no UFC 142, que será disputado justamente no Rio de Janeiro.

    "É um sonho que está realizado. Sempre torci, chorei e acompanhei o Flamengo desde criança e agora poder fazer parte desta companhia é maravilhoso. É um momento em que consigo alcançar mais um objetivo na carreira", disse o lutador.

    José Aldo esteve reunido na manhã desta quarta-feira na Gávea com a presidente flamenguista, Patrícia Amorim, de quem recebeu o título de sócio honorário e uma camisa com seu nome gravado nas costas. Além dos dois, também compareceram ao encontro o vice-presidente jurídico do Flamengo, Rafael de Piro; o vice de administração, Luis Claudio Cotta; os advogados do clube, Rodrigo Fux e Theóphilo Miguel; além do técnico do lutador, Andre Pederneiras.

    Patrícia Amorim, por sua vez, comemorou o acerto com o lutador. "Ele já havia demonstrado em várias oportunidades o amor que tem pelo Flamengo. Tivemos algumas reuniões anteriormente, mas hoje concretizamos a parceria. É um namoro antigo que finalmente vira casamento", declarou.

    No UFC do Rio de Janeiro, José Aldo colocará seu cinturão dos penas em disputa com o americano Chad Mendes. Ainda pelo card principal, três brasileiros estão confirmados: Vitor Belfort (contra Anthony Johnson), Rousimar "Toquinho" Palhares (contra Mike Massenzio) e Edson Barboza (contra o inglês Terry Etim). Para sua luta, Aldo está otimista, e espera apoio.

    "Agora estou ainda mais forte. Sei que a imensa nação vai estar com a gente. Queria aproveitar também para mandar um abraço para toda a torcida rubro-negra e pedir pra que ela compareça no dia 14, que vou procurar dar um show para todos vocês", convocou.

     

  • Sonnen bate em boneco 'corintiano' e diz: 'Vai ser o fim de Anderson Silva'

    28

    Dez
    28/12/2011 às 10h34

    Chael Sonnen aprontou mais uma das suas. Desafeto número 1 de Anderson Silva, o falastrão americano voltou a vestir a camisa do Palmeiras para gravar um vídeo. Desta vez, ele aplicou um golpe de wrestling (luta olímpica) em um boneco com uma camisa do Corinthians, utilizada na década de 1990 e que foi ideia do próprio lutador americano, pediu o apoio dos alviverdes para o confronto com Mark Muñoz, no início de 2012, e mandou um recado para o "Spider".
    - No dia 28 de janeiro: Mark Muñoz. Palmeiras, preciso de seu apoio, aí vou para o Brasil. Vai ser campeão contra campeão. Vai ser Palmeiras contra Corinthians. Vai ser o fim de Anderson Silva - disse em vídeo gravado por amigos do lutador na academia Team Quest.
    Sonnen recebeu a camisa da diretoria do Palmeiras no fim de novembro, após se declarar torcedor do clube, em clara provocação a Anderson, torcedor e atleta patrocinado pelo Corinthians, maior rival do Alviverde. Três semanas depois, posou para fotos e gravou um vídeo de apoio aos palmeirenses, dizendo inclusive que o goleiro Marcos colocaria o cinturão de campeão do UFC.
    O peso-médio enfrenta Mark Muñoz no UFC do dia 28 de janeiro, em Chicago, nos Estados Unidos. Quem vencer será o próximo desafiante ao cinturão da categoria, que pertence ao "Spider". Se for Sonnen, será a segunda chance dele de conquistar o título, uma vez que perdeu para o brasileiro em agosto de 2010. Na ocasião, ele dominou a luta durante os cinco rounds, mas acabou finalizado com um triângulo no fim. Mesmo assim, ele se declara campeão desde então e provoca constantemente o rival a fim de conseguir uma nova oportunidade.

Ver postagens anteriores

Home |  Blog Grátis |  Hospedagem HTML Grátis |  Quem somos |  Parceria |  Anuncie |  Ajuda
Trabalhe no XPG |  Política de Privacidade |  Política de Segurança |  Denúncia © 2004-2016 XPG | Siga esta corrente